Tag

Bolsonaro

Browsing

O presidente Jair Bolsonaro defendeu nesta terça-feira (23) a troca de comando na Petrobras e disse que houve acusações infundadas de interferência na companhia. Em evento no Palácio do Planalto, Bolsonaro também comemorou a recuperação das ações da estatal na Bolsa de Valores brasileira.  As informações são da Agência Brasil.

“Eu queria cumprimentar a todos aqueles que não se deixaram levar pelas falácias da mídia. Cumprimentar que a Petrobras já recuperou 10% no dia de hoje. As acusações, como sempre infundadas, duraram poucas horas. É natural, quando se tem um contrato ou se tem um prazo para acabar um mandato, ela seja reconduzido ou outro seja colocado em seu lugar. Saiu um bom gestor e está entrando um outro excelente gestor, no caso Silva e Luna”, afirmou durante cerimônia de apresentação da Agenda Prefeito + Brasil.

Ontem (22), as ações preferenciais da Petrobras, que dão prioridade na distribuição de dividendos, caíram cerca de 21% na Bolsa, com a repercussão do anúncio de substituição do presidente da empresa. Já na tarde de hoje, as ações se recuperaram, chegando a registrar alta de 9,5% nos papeis preferenciais. Na última sexta-feira (19), o presidente anunciou a indicação do general Joaquim Silva e Luna par assumir a presidência da Petrobras, no lugar de Roberto Castello Branco, que está no cargo desde o início do governo.

 

Foto: Arquivo Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro anunciou na manhã desta quinta-feira (4), em Cascavel, no Oeste do Paraná, onde inaugurou o Centro Nacional de Treinamento de Atletismo (CNTA),  que, na próxima semana, editará três decretos sobre armas e CAC’s (Caçadores, Atiradores e Colecionadores). “Semana que vem, vamos baixar mais três decretos sobre armas e Cac. Arma é um direito de vocês, arma evita que um governante de plantão queira ser ditador, eu não tenho medo do povo armado, muito pelo contrário, me sinto muito bem em estar ao lado do povo de bem armado em nosso Brasil”, apontou. Leia mais em ContraPonto.

Ao receber uma carta assinada por mais de 100 entidades paranaenses reclamando do modelo proposto para o novo pedágio a ser implantado no Estado, o presidente Jair Bolsonaro disse não estar inteirado devidamente do assunto, mas prometeu tratar dele pessoalmente junto ao Ministério da Infraestrutura. O conteúdo pede o modelo seja  de menor tarifa e sem outorga onerosa. As informações são do Alerta Paraná.

“Bolsonaro foi bastante atencioso e receptivo ao que expomos. Não podemos mais pagar um dos pedágios mais caros do mundo. As economias do Oeste e do Paraná não resistirão”, afirmou o presidente do POD (Programa Oeste em Desenvolvimento, Rainer Zielasko) logo após entregar a carta em mãos ao presidente.

E no ato de inauguração do CNTA (Centro Nacional de Treinamento em Atletismo), que teve a participação também de ex-atletas consagrados como Maurren Maggi e André Domingos, o prefeito Leonaldo Paranhos, falando também como presidente da Amop (Associação dos Municípios do Oeste do Paraná), reforçou os pontos apontados na carta.